enem Profª. Vanessa Garcia

Redação com nota máxima em 3 passos

A redação é uma das partes mais importantes de toda a prova do Enem.

Por isso quanto mais você souber sobre, maiores são as suas chances de conseguir tirar uma boa nota na redação.

A redação tem uma pontuação especial e pode salvar sua nota do enem caso você tire uma nota muito boa.

Por isso, para que você se prepare ainda mais e esteja pronto para uma nota máxima na redação separamos 3 passos.
Esses são os passos mais indicados por quem já tirou a nota máxima no Enem.

Pega a caneta e o papel e vamos lá!

1- Fazer uma boa redação é fundamental

Fazer uma redação não é somente ver o tema e sair escrevendo qualquer coisa, muito pelo contrário, se necessita de preparação e planejamento para conseguir uma redação boa.

Além do mais, o Inep estará avaliando não só sua habilidade de escrita mas de interpretação de situações.

A redação do Enem deve ser escrita no formato dissertativo-argumentativo. Essa forma de escrever permite que você descreva determinada situação exprimindo opinião.

Não se pode esquecer também que o intuito é convencer o leitor sobre o assunto tratado, então deve-se usar de argumentos sólidos e sustentáveis.

NUNCA se esqueça de produzir uma redação com início, meio e fim. Que os parágrafos se comuniquem entre si para que haja continuidade textual.

Por isso, o INEP divulga os critérios que os próprios avaliadores usam para avaliar e dar a nota de sua redação.

Então conhecer esses pontos já lhe dá uma vantagem muito grande em relação a outros muitos candidatos:

  • Respeitar a norma culta escrita da Língua Portuguesa;
  • Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo;
  • Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  • Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  • Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

Conhecendo esses passos você pode agora ter um norte e construir uma redação mais coerente e completa para os corretores.

2- Não errar na coerência nem na coesão

Um dos erros mais comuns da redação é a falta de coerência textual, que pode ser crucial para a redação.

A legibilidade de um texto se dá por causa da coerência, então se ela estiver em falta o texto vai perder muitos pontos.

Mas afinal, o que é coerência? A coerência é o modo pelo qual as palavras interagem e dão sentido às frases.

Textos sem coerência não fazem sentido nenhum para quem lê, por isso é muito importante usar bem as palavras.

Aí entra a importância da leitura para o candidato, já que quanto mais você ler, maior repertório de palavras você terá.

Não é preciso escrever um texto extremamente formal, mas é preciso usar a regra culta da língua portuguesa.

Dessa forma, quanto mais informação você tiver, e mais formas de escrever conhecer, melhor será sua nota.

A falta de coesão também é motivo mais do que plausível para o corretor tirar vários pontos da sua redação.

A coesão é a maneira pela qual os parágrafos interagem. Cada frase precisa estar ligada por meio de conectivos, a falta deles deixa o texto desligado entre si.

No entanto, portanto, todavia, porém, assim, dessa forma, dessa maneira, outrossim… são exemplos de conectivos.

Lembre-se deles e use-os no seu dia a dia para aprender quando usar cada um até que fique natural.

3 – Não fuja do tema

Escrever a redação vai demandar tempo de preparo, mas isto não quer dizer que você precisa estar a par de todas as situações do Brasil e do mundo.

O mais importante é que você saiba escrever, sobre o que quer que seja!

Isso porque, a prova de redação do Enem é sempre uma surpresa. Você só vai saber o tema da redação no momento da mesma.

E, é por isso que a própria prova te dará alguns textos de apoio para que você entenda o problema e possa dissertar sobre.

LEMBRE-SE DE NÃO FUGIR DO TEMA EM HIPÓTESE ALGUMA!!!

Fugir do tema é qualquer forma de escrever coisas que não tenham conexão nenhuma com o tema ou que não contribuam para o desenvolver do seu texto.

Então não adianta contar uma história pessoal, ou algo que viu na TV que isso não é bom.

Use bons argumentos e sempre lembre que tudo que você estiver falando deve estar conectado com a ideia principal do assunto.

No final, vai dar tudo certo!

Espero ter ajudado.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.