enem Profª. Vanessa Garcia

Matemática no Enem

Matemática no Enem

Uma das partes mais densas da prova do exame são as questões de Matemática no Enem.

A prova de matemática no Enem é considerada uma das partes mais difíceis da prova por ser massiva.

As questões da disciplina envolvem conceitos de todo o Ensino Médio, portanto é bastante conteúdo a se estudar.

Mas claro que com o devido preparo e dedicação todo o conteúdo se torna simples e fácil de responder às questões de matemática no Enem.

Quer saber mais sobre o conteúdo de matemática no Enem, então pega a caneta e papel que vamos te mostrar.

A matemática no Enem

Somente do conteúdo de matemática, são ao total, 45 questões na prova do Enem.

Dessa forma, não basta somente ler sobre os conteúdos, já que as questões de matemática quase não são teóricas.

A grande maioria precisa de raciocínio lógico e saber resolver por meio de fórmulas e relações cada questão.

Caso não esteja familiarizado com os conteúdos de matemática que podem ser cobrados no Enem, vamos de mostrar uma lista para esclarecer:

  1. Razão, proporção e porcentagem
  2. Funções
  3. Geometria plana
  4. Geometria espacial
  5. Análise combinatória
  6. Estatística e probabilidade
  7. Progressões (aritmética e geométrica)
  8. Conjuntos
  9. Trigonometria
  10. Matrizes

Como pode se perceber, o que mais cai é a razão, proporção e porcentagem. Porém Os conceitos são variáveis.

Muitas questões de Matemática no Enem podem juntar dois conceitos distintos para a resolução de uma mesma questão.

Então, por isso, é importante conhecer bem os conceitos e fazer exercícios de fixação de cada um para praticar.

Como estudar Matemática para o Enem

Para começar a estudar matemática, deve-se lembrar que nem todos tem facilidade para a disciplina.

Dessa forma, cada um precisa adequar o ritmo de estudos de acordo com o necessário para entender bem cada tema.

Ademais, existem pessoas que preferem estudar matemática primeiro com os conceitos todos, e depois fazer os exercícios.

Assim como existem aqueles que preferem segregar os temas, estudando um por um e fazendo os respectivos exercícios.

Quebrando os paradigmas

Como matemática não é uma disciplina muito conceitual, e precisa de prática acima de tudo, em geral, se pensa que é muito difícil.

Este pensamento é bloqueador, portanto, a primeira coisa a se fazer é reconhecer que a disciplina é difícil mas estar disposto a entendê-la ao máximo possível.

Fazer um cronograma de estudos

Os famigerados cronogramas de estudos devem ser aplicados a todo momento na vida de um estudante ativo.

Até porque, como cada um tem um nível de dificuldade, o mapa mental vai ajudar a nortear seu estudo para que não se perca no meio do caminho.

Do básico ao avançado

Matemática é sinônimo de prática, porém, nunca deve se esquecer de ler e entender muito bem a teoria, pois é isto que pode salvar uma questão.

Por vezes pode acontecer um branco de determinada fórmula, e então aqueles que lembram da teoria podem montar a fórmula.

Outro ponto também é o uso da calculadora.

Vale lembrar a matemática é treino, mas a matemática no Enem não virá com números muito quebrados para não atrapalhar o candidato.

Então é interessante treinar sem calculadora e usá-la somente durante questões que já se sabe resolver e caso queira tirar a prova real.

Objetivos de curto e longo prazo

Como o aprendizado de matemática é muito particular de pessoa para pessoa, é fundamental estipular objetivos como “metas”.

Como, “daqui a um mês eu preciso ter estudado pelo menos três capítulos de álgebra linear”

Assim, você terá um controle se seu estudo está rendendo o esperado, e se não estiver sempre vai ser tempo de consertar.

Além do mais, sabendo disso, você pode fazer um ranking de dificuldade para as questões.

Então as questões mais difíceis e que você demorou mais tempo para resolver, ficam no alto do ranking.

Dessa maneira você conseguirá estudar e retomar os assuntos mais complicados sempre que preciso.

Fontes confiáveis

Se você está iniciando seus estudos e não quer perder tempo estudando por conteúdo obsoleto e que te faça perder tempo, temos uma dica pra você.

Se você prefere estudar por meio de apostilas impressas para que possa fazer anotações, te apresentamos uma das melhores apostilas do mercado, basta clicar aqui.

Mas se você é daquelas pessoas que está conectado o dia todo, e prefere o conteúdo onde estiver, pode optar por uma apostila em versão digital.

Espero que tenha gostado!!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.